Quinta-feira, 01.03.18

O Xadrez é um jogo de rápida evolução que antecipa muitas vezes a sociedade, pode fazer-se uma analogia com a posição das "mulheres" no Xadrez, muito mais desenvoltas e com um papel mais determinante, do que as "damas*" do mundo moderno... para lá caminhamos. Ou também na questão racial, com a igualdade de "forças" entre peças brancas e negras, que se pertende ver transposta  (* - a utilização de "damas", não foi inocente e teve um duplo significado aqui).

Mas também o rei uma figura passíva na maior parte dos jogos, e apenas actíva no final de alguns jogos, pode por vezes ocupar um papel estratégico fundamental, o seu estatuto evolui de um papel apenas representatívo, para um papel mais participatívo.

Na posição que apresento, resultante da partida Short-Timman, Tilburg 1991, Nigel Short tem uma posição dominante, mas contudo, não parece existir forma de "espremer" nada mais, uma vez que todas as suas peças estão nas melhores posições, e a posição negra é estática, mas sem fraquezas estratégicas. 

31.Rh2!

(Eis o começo de uma manobra pouco usual, mas que como Short "viu", podia dar os seus frutos! O Rei entra na batalha, para a decidir, a caminho de h6, para assistir de cadeirão ao mate do seu adversário menos aventureiro)

[31...Bc8 32.g4! hxg4 (32...Bxd7 33.gxh5 (threatening 34.h6) 33...Kh7 (33...gxh5 34.Qg5+ Kh7 35.Qxh5+ Kg7 36.Rg4# ) 34.Ng5+ Kh6 (34...Kg8 35.h6 ) 35.Nxf7+ Rxf7 36.Qxg6# John Emms, in The World's Greatest Chess Games.) 33.Ng5 g3+ 34.Kxg3 Bxd7 35.Kh2!! Speelman; the idea is to prevent ...Qh1 (you'll see why in a moment). 35...Qxa4 36.h5 gxh5 37.Rh4+- Speelman]

32.Kg3! Ah, now Black - like the rest of us - sees what's coming! He now undoes his previous move, hoping the ensuing ...Bc8 will save the day. (It doesn't.)

32...Rce8 33.Kf4 Bc8 34.Kg5! [34.Kg5 Kh7 (34...Bxd7 35.Kh6 ) 35.Qxg6+ Kh8 36.Qh6+ Kg8 37.Kf6! ] 1-0

31...Tc8?

(Sofrendo talvez de alguma falta de visão, e apesar das esperanças perdidas, Timman não alcançou a profundidade de 31.Rh2! as suas melhores hipóteses residiam em tentar

31...Bc8,

deixando às brancas apenas a continuação

32.g4!!

que como veremos está recheada de variantes tácticas, de cálculo difícil Variante I -

32...Bxd7? (ver diagrama)

não é melhor, devido a 

Variante I.a- 33.Cg5 Te7 [ou 33...hxg4 34.h5; ou 33...Bc8 34.gxh5 ]34.Te7

Variante I.b- 33.gxh5 gxh5? [melhor é 33...Dxf3 34.Dxf3 Bxa4 35.Df6 Rh7 36.c5! Bb5 37.Tg4 Tg8 38.Dxf7 Tg7 39.hxg6+ Rh8 40.Df6(ver diagrama) +-, com mate em 11] 34.Dg5+ Rh8 35.Dxh5+ Rg7 36.Tg4#

Variante II-

32...hxg4 33.Cg5 g3+! (33...Bxd7 34.h5 g3+ 35.fxg3; 33...Bb7 34.f3) 34.Rxg3 (or 34.fxg3 Bb7 35.Ce4 Dxa4 36.h5 Dxc2+ 37.Cf2 gxh5 (37...Df5 38.hxg6!) 38.Td3 Be4 39.Td2 Db1 40.Td1 Dc2 41.T7d2 Dxc4 42.Td4+–) 34...Bxd7 35.Rh2!!+–.

32.Kg3! Rce8 33.Kf4! Bc8 34.Kg5! 1–0



publicado por Ribeiro às 23:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 19.03.07

Em certas ocasiões dá-me um acesso de pura loucura e decido arriscar 99% num jogo, foi o que me aconteceu, ao ter decidido em plena abertura, sacrificar a posição segura do meu rei, para obter a iniciativa , e uma peça, correu bem, mas por vezes pode não correr...

Frequentemente no meio jogo deparamo-nos com o dilema de poder ganhar uma peça, a custo de uma posição um pouco inferior, a linha de equilíbrio entre as duas opções, o ganho da peça ou o conservar a posição favorável, e ténue e origina por vezes algumas desilusões , por excesso de optimismo na captura, ou conservadorismo na posição.

Na partida que vou comentar, este tipo de jogo de sacrifício surge logo na abertura, pois o meu adversário foi surpreendido com uma linha pouco usual na abertura, e não deu as melhores respostas, pelo que decidi-me a arriscar... muito.

Ribeiro  -    Pietrzak  

Data: 23 de Julho 2006

1.e4 c5 2.Cf3 e6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 Cc6 6.Cxc6

(após um desenvolvimento de Siciliana, opto por trocar os cavalos em c6 , esperando surpreender, este movimento contraria um dos princípios fundamentais da abertura, isto é, move várias vezes a mesma peça, que já tinha movido duas vezes, para capturar o peão)

6.. bxc6

(melhor do que 6.. dxc6 ?, pois permitiria 7.Dxd8 Rxd8 , ficando o rei negro exposto no centro)

7.e5!?

(deixa apenas duas alternativas , recuar para uma posição muito fechada com 7.. Cg8 ?, ou o jogado centralizando o cavalo bem suportado pelos peões c e e, mas deixando o caminho fechado para os bispos)

7.. Cd5 8.Ce4

(ameaça Cd6 +)

8.. Dc7 9.f4

simultaneamente protege c5 , e cria algum constrangimento na ala de rei negra)

9.. a5 ?

(aqui surge o erro que me permite a armadilha seguinte, a jogada não tem nexo, ao sentirem a pressão no centro, as negras, procuram reagir na ala, mas temem corromper a estrutura da ala de rei, pelo que optam pela ala de dama, procurando activar a torre a8 , são melhores, as opções: 9.. Db6 e 9.. Tb8 )

10.c4 !?

(uma pequena armadilha para atrair o bispo das casa negras)

10.. Bb4 +?

(era melhor 10...Cb6 , mas recearam certamente 11 c5 , temendo o fecho mais pronunciado da posição já de si constrangida, alé da ameaça directa ao cavalo)

11.Re2 !

(ver diagrama, normalmente constitui um erro posicional, deixar o rei em campo aberto, numa posição central, mas dada a natureza da posição, com o campo negro muito fechado e clara vantagem de espaço para as brancas, decidi-me pelo sacrifício da posição, para ganhar uma peça)

(ou um pouco pior com 11.Rf2 , como no jogo Menassa - Verbel ; Cartagena de Indias [COL]; Champions Cup 2001; 11. Rf2 Da7+ 12. Rf3 f5 13. Cd6 +Bxd6 14. cxd5 Bc5 15. dxe6 dxe6 16. Bc4 Re7 17. De2 Bd4 18. Be3 c5 19. Thd1 Bb7+ 20. Rf2 g6 21. Bxd4 cxd4 22. Dd3 g5 23. Da3+ Rf7 24. Bxe6+ Rxe6 25. Dd6+ Rf7 26. Df6+ Rg8 27. Dxg5+ Rf8 28. Df6+ Rg8 29. Td3 1-0)

11...Ba6

(única, tenta a pregagem de c4, 11.. Cb6 , não é melhor pois implica a resposta, 12 c5 aprisionando o Bb4 )

12.Rf3 Cb6

(um último assomo de resistência inútil, pois já perdeu uma peça)

13 c5

(bloqueia a fuga do bispo, e ameaça o cavalo)

13...Cc4

(até aqui encontro um jogo semelhante, mas que continuou, com 13...Bb7; em Marin - Ionescu; Roménia; 1994; 13...Bb7 14. Cd6 + Re7 15. cxb6 Dxb6 16. Be3 c5 + 17. Rg3 a4  1-0)

14.a3 1-0



publicado por Ribeiro às 23:12 | link do post | comentar

Domingo, 11.03.07

Anand venceu ontem com uma vantagem de um ponto sobre os seus dois mais directos perseguidores Magnus Carlsen , e Alexander Morozevich . Esta vitória conjugada com o fraco resultado de Topalov , que foi último conjuntamente com Leko , garante a Anand o 1º lugar na lista Mundial da FIDE de Abril, que era pretensa de Topalov desde o abandono de Kasparov , fez ontem dois anos.

Morozevich , foi a surpresa desta segunda parte do torneio, com quatro vitórias! e apenas três empates... a recuperar de um mau início quatro empates e três derrotas.

Carlsen , piorou um pouco a sua performance, mas tem a seu favor o facto de ser o alvo a abater... dado o seu começo meteórico, mas garantiu a sua melhor performance num torneio de altíssimo nível, a primeira de muitas antevê-se já.

Topalov foi dos mais regulares, mas pela negativa , três pontos em cada metade do torneio, que não chegam para um pretendente a nº 1 do Mundo.

 



publicado por Ribeiro às 08:35 | link do post | comentar

Sábado, 10.03.07

Morozevich venceu na 13ª jornada do Morelia-Linares 2007, o nº 1 do Mundo Topalov , confirmando o mau torneio de Topalov  e deixando-o na 7ª posição.

Na frente nada de novo, com dois empates para o líder Anand , a quem basta agora um empate na última ronda frente a Leko para assegurar a vitória no torneio.

Com estes últimos resultados, torna-se cada vez mais provável que Anand substitua Topalov como nº 1 do mundo já na próxima lista da FIDE .



publicado por Ribeiro às 07:27 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.03.07

Mercê da sua vitória sobre Leko, que agora á último, Peter Svidler é agora terceiro, Svidler alcançou a sua primeira vitória, num cadastro até à data sem macula, mas também sem brilho 6,5 pontos (+1 =11 -0).

Quem também lucrou com a 12ª jornada foi Morozevich, que com a vitória sobre Ivanchuk, fugiu ao último lugar da classificação e o alcançou, tendo agora ambos 1 ponto de vantagem sobre Leko.

Os restantes jogos terminaram empatados, o que implica que se mantiveram as posições relactívas dos jogadores neles envolvidos, com destaque para Anand e Carlsen os dois primeiros classificados, com meio ponto de diferença entre ambos.

 



publicado por Ribeiro às 11:24 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.03.07

Carlsen , só não é imune a Anand , e como tal dita a lógica deveria ser este o vencedor, pelo menos se terminarem pontualmente empatados assim será. Com a sua segunda vitória neste torneio sobre Ivanchuk , Magnus Carlsen , afasta-se do seu co-presseguidor , e numa ronda de empates ganha meio ponto a todos os outros adversários, Anand queda-se agora pelo meio ponto de vantagem, e Leko permanece o único sem derrotas, fraca consolação pois é também o único sem vitórias.

Para hoje dois interessantes duelos, Carlsen tenta a segunda vitória face a Topalov , e Anand procura não repetir a derrota da 5ª ronda face a Aronian , a sua única derrota à data. Carlsen tem a tarefa dificultada, pois começa de negras, e Anand desta vez tem o bónus de sair com brancas.




publicado por Ribeiro às 11:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.03.07

Os jogos de natureza combinatória revestem-se de particular beleza, devido sobretudo à sua lógica simultaneamente inesperada e implacável.

Na partida Adams -Torre , jogada em 1925 na cidade Norte Americana de  Nova Orleães, surge-nos um exemplo duma combinação de desvio para explorar uma fraqueza estratégica da 8ª linha, baseado num sacrifício de dama.

18.Dg4 !

(Adams , inicía a combinação sacrificando a dama, para desviar a dama adversária da protecção a e8 , a ameaça é 18.. Dxg4 19 Txe8 + Txe8 20 Txe8 ++)

18.. Db5 !

(ataca indirectamente e2 , pois esta casa constitui a fraqueza das brancas)

19. Dc4 !!

(novamente o tema do desvio, surge aqui explícito, desta vez sacrificando  simultaneamente para desviar a dama ou a torre)

19.. Dd7 20. Dc7 !

(terceira apresentação do corpo ao manifesto, e pela segunda vez com intenção simultânea de desviar a dama ou a torre)

20.. Db5 !

(também uma excelente resposta negra, uma vez que agora são as brancas quem se deve proteger de uma ameaça de mate na 1ª fila, pois se; 21.dxb7? Dxe2! 22.Txe2 Tc1+! 23.Ce1 Tcxe1+ 24.Txe1 Txe1++; por isso a continuação do jogo branco deve resolver este contratempo)

21. a4!

(muda-se o tema, desta vez com uma atracção, de notar que a atracção e o desvio, são conceitos intimamente relacionados, atrai a dama para a 4ª linha, enquanto que a própria dama, permanece sacrificada a bloquear a torre c8)

21...Dxa4

(como é óbvio 21...Dc6? ou 21.. Dd7 , permite um outro artifício táctico que é a eliminação de um defensor)

22. Te4!! Db5

(a única casa que resta à dama negra, para continuar a proteger e8, 22...h6? 23.Dxc8! Txc8 24. Txa4; ganha uma torre, e 22...Dxe4?? 23.Txe4; ganha a dama, e o jogo, pois a captura da dama branca constituí ainda o desvio da torre c8)

23. Dxb7!! 1-0

O sacrifício final, não existe mais nenhuma possibilidade da dama negra permanecer na diagonal a4-e8, ou sai ou é eliminada, de qualquer forma perde o jogo.

 



publicado por Ribeiro às 11:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 05.03.07

O encontro entre Leko e Topalov, terminou após uma longa luta (84 movimentos), com um final de torres, em que Topalov, apesar do peão de vantagem, encontrou um Leko a defender sem erros e capaz de garantir o empate, que se antevia desde o 49º lance.

 



publicado por Ribeiro às 14:19 | link do post | comentar

Domingo, 04.03.07

Anand venceu hoje o co-lider Magnus Carlsen , isolando-se assim no primeiro lugar, com um ponto de avanço sobre os mais directos perseguidores, Carlsen e  Ivanchuk , sendo assim e com apenas quatro jogos por jogar Anand perfila-se assim como o favorito à vitória do super torneio Morelia-Linares 2007.

As outras duas partidas também já terminadas, resultaram em empates, Aronian vs. Morozevich e Ivanchuk vs. Svidler .

 



publicado por Ribeiro às 18:01 | link do post | comentar

Primeira vitória para Morozevich, que bateu Leko, após alcançar uma vantagem decisiva, e sacrificando uma torre.

E mais um empate para Topalov , após incapacidade para ganhar a um Ivanchuk , em desvantagem e muito pressionado por tempo, foi este quem apesar da vantagem que adquiriu devido aos erros de Topalov , não "teve tempo" suficiente para concretizar essa vantagem.




publicado por Ribeiro às 01:22 | link do post | comentar

mais sobre mim
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Exemplos práticos de Estr...

Exemplos práticos de estr...

Morelia-Linares XXI - Ana...

Morelia-Linares XX - Moro...

Morelia-Linares XIX - Svi...

Morelia-Linares XVIII - C...

Exemplos práticos de táct...

Morelia-Linares XVII - 10...

Morelia-Linares XVI - Ana...

Morelia-Linares XV - Topa...

arquivos

Março 2018

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

tags

abertura

abertura de linhas

afogado

alas

amber 2007

análise

anand

antónio fernandes

aronian

atracção

b vs b

bispo "bom"

bispo "mau"

bloqueio

bronstein

campeonato ibero-americano

campeonato ue

carlsen

casas fracas

catarina leite

centro

colunas abertas

combinação

comentário

contra-ataque

contra-jogo

dama vs torre

desvio

dominação

elista 2006

empate

espaço

estratégia

estudo

final

galego

iniciatíva

ivanchuk

karpov

kasparov

kramnik

linares

link

meio-jogo

morozevich

notícias

obstrução

open andorra

open benasque

open ciudad de jaén

open ciudad sevilla

oposição

partida

peões

português

pregagem

promoção menor

própria

radjabov

rei

sacrifício

short

steinitz

svidler

táctica

técnica

tempo

topalov

torneio nacional mestres

torre + bispo vs. dama

torre vs peão

torres

triangulação

wijk

xadrez

xeque perpétuo

zugzwang

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds